Sergio Moro vira réu em ação movida pelo PT por suposto prejuízo na Lava Jato

Sergio Moro vira réu em ação movida pelo PT por suposto prejuízo na Lava Jato
Foto: PB Agora

A Justiça do Distrito Federal aceitou o pedido do PT para tornar o ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) réu em uma ação popular que pede ressarcimento por possíveis danos causados pela atuação do ex-magistrado na Operação Lava Jato. Moro deve apresentar a defesa inicial nos próximos dias.

O PT alega que a atuação do juiz no caso provocou “prejuízo de R$ 142,6 bilhões à economia e a perda de 4,4 milhões de empregos”. A denúncia também aponta irregularidade na interceptação de conversas telefônicas de advogados e questiona a condução coercitiva do ex-presidente Lula, em 4 de março de 2016.

Nas redes sociais, o deputado Rui Falcão (PT-SP), um dos coordenadores da campanha de Lula à Presidência, comemorou a decisão assinada pelo juiz federal Charles Renaud Frazão. “Grande vitória! Moro, juiz venal e agora réu, vai ter que se explicar pelos prejuízos que causou ao povo brasileiro”, postou. Também assinam a ação os parlamentares Erika Kokay (DF), José Guimarães (CE), Natália Bonavides (RN) e Paulo Pimenta (RS).