Previsão é de que em até 30 dias a Ômicron se torne a variante predominante na Paraíba

Previsão é de que em até 30 dias a Ômicron se torne a variante predominante na Paraíba
O uso de máscara é essencial na prevenção das variantes, principalmente da Ômicron. (Foto: Pixabay/Imagem Ilustrativa)

A Paraíba já convive com a transmissão comunitária da variante Ômicron e a tendência é que essa se torne predominante no Estado entre 15 a 30 dias. Nesta quinta-feira (13), o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, informou que essa variante já circula por todo o Estado. A orientação é que a população mantenha os cuidados, principalmente com o uso de máscara.

O primeiro registro divulgado de paciente com a variante foi na semana passada, mas o diagnóstico aconteceu em dezembro do ano passado. Segundo o secretário há vários casos, mas os números não foram repassados. “Já está circulando no estado e já existe transmissão comunitária com a variante Ômicron e geralmente num espaço de 15 a 30 dias ela se torna predominante”, frisou.

Geraldo Medeiros reforçou a importância do uso de máscaras. “Essa variante é mais transmissível e as pessoas devem usar preferencialmente a máscara N95. Essa máscara é ideal nesse momento da grande propagação da Ômicron”, comentou.