População de Belém na paraíba continua sofrendo com a falta d'água

População de Belém na paraíba continua sofrendo com a falta d'água
foto: Reprodução Google

A cidade de Belém no Brejo Paraibano está passando por momentos cruciantes do cenário regional, com falta permanente de água. Sabe-se que a barragem que fornece o líquido precioso para aquela região, está com nível baixo.

Mas os governantes são responsáveis, e devem criar artifícios para suprir a necessidade da população.

A Cagepa empresa do governo do Estado da Paraíba teria que fazer algo nesse sentido. Mas você pode está perguntando: Fazer como, se a falta da água é por conta da natureza?

Mas, sabe-se que a natureza também fornece água em baixo de qualquer solo! É só querer fazer.

Já que a Cagepa não toma nenhuma providência, cabe ao Gestor Municipal que foi eleito pelo voto do povo, tomar as devidas providências.

Por outro lado, o governo do estado colocou algumas caixas d’água em alguns pontos da cidade, o que não tem resolvido à sede do povo, porque a água que é abastecida, não tem qualidade, é uma água salobra, que antes de oferecer o líquido para a população deveria passar pelo processo de dessalinização, mas isso não é feito.

Mesmo assim essa água é disputada pelo povo, e para levar um pouco tem que sair de 4 horas da manhã para enfrentar uma fila que aglomera dezenas de pessoas.

Aí está um quadro desolado da população de Belém aqui no Estado da Paraíba.

Se a prefeita do município quiser amenizar o sofrimento dos seus eleitores, é simples e fácil. Existem diversa empresas que fazem um estudo no solo de cada região e detectam água no lugar certo e cavam poços artesianos. Cada poço custa menos de seis mil reais, ou seja, com aproximadamente 60 mil reais, a cidade estaria abastecida por um longo período de tempo.

É só querer fazer, que dá para fazer.