Nike proíbe nomes de Lula, Bolsonaro e 'mito' na camisa da seleção brasileira para a Copa

Nike proíbe nomes de Lula, Bolsonaro e 'mito' na camisa da seleção brasileira para a Copa
Por meio de sua assessoria de imprensa, a Nike explicou os motivos para não liberar a personalização dos uniformes com nomes dos candidatos. (Foto: Reprodução)

Os novos uniformes da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2022 no Catar não podem ser personalizadas no site da Nike com nomes dos candidatos à presidência, como Lula, Jair Bolsonaro, Ciro Gomes e Simone Tebet. Os nomes Luiz, Jair, Ciro e Simone estão disponíveis. Outros termos como "mito", "socialismo" e "comunismo" também não são permitidos.

O uso do primeiro nome dos candidatos, associado a seus números na urna eletrônica, também está liberado. Ou seja, se o comprador quiser usar na camisa o nome Luiz, com o número 13, é permitido. O mesmo acontece com "Jair 22", "Ciro 12" e "Simone 15", por exemplo.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Nike explicou os motivos para não liberar a personalização dos uniformes com nomes dos candidatos. Segundo a fabricante de material esportivo, o veto está de acordo com as diretrizes da empresa de impedir o uso de expressões religiosas, políticas, racistas e até palavrões.

"A Nike, como descrito na própria página, não permite customizações com palavras que possam conter qualquer cunho religioso, político, racista ou mesmo palavrões. Este sistema é atualizado periodicamente visando cobrir o maior número de palavras possíveis que se encaixem nesta regra", informa a nota.

Torcedores costumam no ato da compra de uma nova camisa, seja de clubes ou seleção, escolher nome e número para serem adicionados nas costas, na mesma posição em que ficam nas camisas dos jogadores. Alguns preferem colocar o nome de algum atleta, seguido do seu número. Outros gostam de adicionar o próprio nome ao uniforme, com o número da sorte.

Para a personalização, o tamanho é de apenas dez caracteres, e o custo é de R$ 14,99 para adicionar seu nome e R$ 19,99 para colocar um número de sua escolha. O preço dos uniformes do Brasil, com escudo bordado, é de R$ 349,99. As versões infantis custam por R$ 299,99. Nesse primeiro momento, apenas aqueles cadastrados no site da Nike poderiam efetuar a compra. A camisa azul adulto já aparece esgotada no site.

O sucesso da nova camisa da seleção brasileira para a Copa do Mundo nas redes sociais impactou o início da pré-venda, exclusiva no site oficial da Nike. Marcada para esta segunda-feira, a partir das 10h (horário de Brasília), o sistema ficou sobrecarregado pelo volume de pessoas tentando acessar o site e adquirir seu uniforme da coleção.

Inspirada na onça-pintada, a coleção "Garra Brasileira" possui pintas do animal espalhadas pela peça, com detalhes em verde e azul. O novo design pretende unir o orgulho nacional, a cultura jovem do Brasil e a inovação para performance.

"A nova coleção da seleção brasileira celebra a coragem e a criatividade de uma equipe que nunca desiste - uma equipe que reflete o melhor da própria cultura de inovação da Nike", diz Aaron Barnett, Diretor de Produto Sênior da Nike Global, marca responsável pela camisa da seleção canarinho.