Manifestantes pedem cestas básicas durante ato em supermercado no Recife

Um grupo de pessoas ocupou o supermercado Extra, localizado na Rua Benfica, no bairro da Madalena, na Zona Oeste do Recife, nesta quinta-feira (16). O ato, que faz parte de uma mobilização nacional do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), foi para pedir cestas básicas e também denunciar a alta do preço dos alimentos.

"Queremos denunciar o aumento do preço dos alimentos, a fome que o povo tá passando. O Brasil é um dos países que mais exporta grãos e carne. Tanta riqueza, tanta abundância e tanta gente passando fome? Isso não pode continuar", declarou o coordenador nacional do movimento no estado, Kleber Santos.

O grupo chegou ao local por volta das 8h30. Às 15h, o ato já havia sido encerrado. Um vídeo enviado ao g1 pelo WhatsApp mostra que os manifestantes ficaram perto da área dos caixas falando palavras de ordem.

A Polícia Militar informou, por meio de nota, que foi acionada e enviou equipes ao local para evitar distúrbios. Os policiais permaneciam no local até, ao menos, as 11h30. De acordo com Santos, os manifestantes devem ficar no local até que recebam as cestas básicas.

O Extra afirmou, através da comunicação, que a loja foi fechada por segurança, para que mais pessoas não entrassem no local, mas que os clientes que faziam compras puderam continuar no local sem transtornos. O mercado foi reaberto na parte da tarde.

Movimento desocupou supermercado após promessa de reunião com administração da rede; esperança é de contribuição com famílias